Conselhos para deixar de procrastinar na poupança

Já parou para pensar na quantidade de decisões que adia diariamente? Na hora de fazer exercício físico, na aprendizagem de um novo idioma, e inclusivamente no momento de realizar a sua planificação financeira e poupar mensalmente. A procrastinação e a poupança andam de mãos dadas involuntariamente, pelo que neste artigo encontrará alguns conselhos para deixar de lado as desculpas e pôr em dia as suas finanças pessoais.

Dizem-nos desde crianças e reafirmamo-lo em adultos: “não deixes para amanhã o que podes fazer hoje”. A procrastinação trata disso, do hábito de adiar atividades que devem ser realizadas, substituindo-as por outras situações que tendem a ser mais agradáveis e que satisfazem necessidades imediatas. Quando a procrastinação chega à poupança, a nossa economia e a gestão da vida diária tornam-se ineficazes, uma vez que adiamos a concretização de objetivos, como poupar para a reforma. Em consequência, desse adiamento, os gastos sem controlo apoderam-se das nossas vidas e, portanto, poupar converte-se numa tarefa cada vez mais difícil. Quais são as principais razões e desculpas para procrastinar na poupança?

“Não ganho dinheiro suficiente para poupar”

Pensar que haverá tempo para economizar quando começar a ganhar mais dinheiro é um erro, pois deixa o tempo passar com a incerteza de saber se irá aumentar os seus rendimentos a curto prazo. Não há dúvida de que, quanto maior o seu salário, maior será a capacidade de poupança, mas também a possibilidade de continuar a desperdiçar. Se é consciente disso, faça um planeamento, fixe uma proporção aos seus rendimentos mensais para a sua poupança e concretize-a.

“Tenho outras prioridades e gastos no presente”

Há quem considere que a quantidade de despesas no presente impossibilita a realização de uma poupança mensal. No entanto, refletir sobre os gastos que podemos evitar mensalmente, como os gastos formiga, pode fazer-nos compreender que se trata de dar prioridade ao que realmente importa. Que aconteceria se evitasse comer fora uma vez por semana, se deixasse de fumar, ou se abdicasse da aula de pintura que nem tem o hábito de frequentar? Reflita sobre as suas necessidades e poderá descobrir como alguns dos seus hábitos não são tão necessários e pense no que diria ao seu “eu” do futuro.

Fazer um orçamento invertido para acabar com as desculpas

Para deixar de procrastinar na poupança de maneira definitiva, uma das grandes soluções ao seu alcance passa por realizar um orçamento invertido. Para poder executar um orçamento invertido ou “reverse budgeting”, será necessário estabelecer primeiro no seu orçamento mensal um valor ou percentagem destinado à poupança. Ou seja, deverá dar prioridade à poupança na hora de planear os seus gastos mensais de acordo com os seus rendimentos. Para o tornar possível de uma maneira mais ligeira, a regra 50/20/30 da poupança pode servir-lhe de ajuda para conseguir a disciplina financeira que tanto anseia. Graças a esta técnica terá a certeza de que poderá guardar parte do seu dinheiro todos os meses e verá crescer as suas economias.

Escreva um comentário

O seu comentário será analisado pelos nossos editores antes de ser publicado. O seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Este campo é obrigatório.
null Férias de luxo no Complexo de San Juan

Férias de luxo no Complexo de San Juan

Com a chegada do bom tempo e do período estival, o mar e as férias começam a fazer parte dos nossos pensamentos diários. E se esses pensamentos incluem um resort hoteleiro com todo o tipo de serviços e uma das praias da Península Ibérica que mais bandeiras azuis recebeu ano após ano, então não é uma ilusão, trata-se do Complexo San Juan, em Alicante. O Complexo vive o seu maior apogeu nos meses de verão, período em que reforça os seus serviços e lança ofertas para que os mutualistas possam desfrutar ao máximo de todas as possibilidades que dispõem, em condições especiais.

Assim, por 43 euros/pessoa, para a primeira semana de julho, é possível obter alojamento e pequeno-almoço incluído, sendo que as crianças até aos 12 anos não pagam. Duas piscinas, dois restaurantes (um deles exterior, com uma esplanada ampla que todas as noites oferece diferentes espetáculos e variedades), dois cortes de ténis e padel, uma capela, um cabeleireiro, um wellness room, uma biblioteca, acesso preferencial aos melhores campos de golfe de Alicante… estes são apenas alguns dos serviços disponíveis nas instalações do Complexo que anualmente se renovam para continuar a oferecer a melhor estadia. Uma das últimas instalações a ser renovada foi o passadiço envidraçado que une os três edifícios do Complexo e que agora apresenta um aspeto mais diáfano e transparente, clareando e amplificando a vista para os magníficos jardins.

Para os mais pequenos

Outro dos pontos fortes do centro são as atividades para as crianças. Representam uma das prioridades, pelo que é um lugar mais que recomendável para passar umas férias em família. San Juan oferece todo o tipo de atividades para a diversão infantil, com animação que se vai diversificando e ampliando a cada ano, desde o meio-dia até à noite. Entre outras, destacam-se os workshops de magia e maquilhagem, os espetáculos do palhaço Edi, os cursos Master Chef, as atuações musicais do grupo de animação Crazy Dreams, entre outras festas dirigidas aos diferentes grupos etários.

A praia está mais próxima

Pensando nos visitantes que se querem esquecer do carro assim que chegam ao Complexo, existe à disposição um estacionamento privado. Além disso, o Complexo reforçou o seu serviço diário de transporte para a praia, com um horário alargado para que o mar esteja ainda mais perto. Assim, para quem pretende evitar a complicada procura por estacionamento, pode agora usufruir de um minibus com destino direto para a praia de San Juan.

Escreva um comentário

O seu comentário será analisado pelos nossos editores antes de ser publicado. O seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Este campo é obrigatório.