Covid 2019: Decreto-Lei n.º 20-F/2020, de 12 de maio

A entrada em vigor no dia 13 de maio de 2020 do Decreto-Lei n.º 20-F/2020 de 12 de maio, permite-nos estabelecer, ainda que de forma excecional e temporária, algumas medidas mais favoráveis para os nossos clientes no que respeita ao pagamento do prémio do seguro.

Assim, se o cliente não proceder ao pagamento em tempo oportuno do prémio ou fração com vencimento entre 13 de maio de 2020 e 30 de setembro de 2020 relativamente a qualquer seguro obrigatório, tem mais 60 dias para liquidar o pagamento, mantendo-se a cobertura obrigatória por um período adicional de 60 dias contados a partir da data de vencimento do prémio ou fração em dívida. O cliente pode opor-se à manutenção do contrato referido até ao final da data de vencimento informando-nos da sua vontade de forma legítima. Na ausência de oposição, a cobertura obrigatória permanecerá em vigor, com a possibilidade de pagamento do prémio no período adicional de 60 dias.

A legislação acima referida estabelece ainda um regime especial aplicável aos clientes que exerçam atividades que se encontrem suspensas, com estabelecimentos encerrados, ou que também tenham sofrido reduções significativas em resultado das medidas adotadas em resposta à pandemia da doença COVID-19.

Os clientes que demonstrem o cumprimento das condições estabelecidas no documento legal podem solicitar que essas circunstâncias sejam refletidas no prémio de seguro que cobre os riscos da atividade e/ou solicitar o fracionamento do pagamento dos prémios da anuidade em vigor sem quaisquer custos adicionais.

Se necessitar de algum esclarecimento, estamos à sua disposição através do telefone 308 805 169 ou do e-mail mutualista@grupopsn.pt.

Escreva um comentário

O seu comentário será analisado pelos nossos editores antes de ser publicado. O seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Este campo é obrigatório.

Covid 2019: Decreto-Lei n.º 20-F/2020, de 12 de maio

A entrada em vigor no dia 13 de maio de 2020 do Decreto-Lei n.º 20-F/2020 de 12 de maio, permite-nos estabelecer, ainda que de forma excecional e temporária, algumas medidas mais favoráveis para os nossos clientes no que respeita ao pagamento do prémio do seguro.

Assim, se o cliente não proceder ao pagamento em tempo oportuno do prémio ou fração com vencimento entre 13 de maio de 2020 e 30 de setembro de 2020 relativamente a qualquer seguro obrigatório, tem mais 60 dias para liquidar o pagamento, mantendo-se a cobertura obrigatória por um período adicional de 60 dias contados a partir da data de vencimento do prémio ou fração em dívida. O cliente pode opor-se à manutenção do contrato referido até ao final da data de vencimento informando-nos da sua vontade de forma legítima. Na ausência de oposição, a cobertura obrigatória permanecerá em vigor, com a possibilidade de pagamento do prémio no período adicional de 60 dias.

A legislação acima referida estabelece ainda um regime especial aplicável aos clientes que exerçam atividades que se encontrem suspensas, com estabelecimentos encerrados, ou que também tenham sofrido reduções significativas em resultado das medidas adotadas em resposta à pandemia da doença COVID-19.

Os clientes que demonstrem o cumprimento das condições estabelecidas no documento legal podem solicitar que essas circunstâncias sejam refletidas no prémio de seguro que cobre os riscos da atividade e/ou solicitar o fracionamento do pagamento dos prémios da anuidade em vigor sem quaisquer custos adicionais.

Se necessitar de algum esclarecimento, estamos à sua disposição através do telefone 308 805 169 ou do e-mail mutualista@grupopsn.pt.

Escreva um comentário

O seu comentário será analisado pelos nossos editores antes de ser publicado. O seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Este campo é obrigatório.
null Parque Natural do Cabo de Gata

Parque Natural do Cabo de Gata

Segundo a revista Visão, o Cabo de Gata, localizado na província de Almeria, é o segredo mais bem guardado de Espanha. Não sabemos se a razão é a sua incrível costa pontilhada de mais de 50 praias e enseadas, a tranquilidade da sua população, a geografia rochosa que morre em águas cristalinas…

De finais de setembro e à medida que entra outubro, parece que o cabo ilumina mais os seus encantos, muda de pele e desperta quando a confusão desaparece. É neste período que os visitantes melhor desfrutam das suas rotas e finais de tarde. Porque se há algo que corta a respiração no Cabo de Gata é o pôr-do-sol em frente ao mar em Genoveses, Mônsul, Cala Higuera ou Punta de la Polacra.

O Parque Natural

O Parque Natural conta com 38.000 hectares de terreno protegido e outros 12.000 de mar, com pequenos hotéis e alojamentos. Não vai conseguir reservar uma mesa num restaurante com estrelas Michelin, mas nada vai impedir que prove as mais requintadas peças que as suas águas e as suas rochas escondem e que se delicie com a sua gastronomia.

A sua geografia vulcânica de falésias selvagens e rochas salientes é suavizada pelas suas espetaculares vistas, praias naturais paradisíacas (como as famosas de Mônsul e Genoveses) e as várias enseadas às quais pode aceder-se com um pouco de esforço descendo por terrenos rochosos ou fazendo a travessia em pequenas embarcações. Gata no outono é um destino delicioso para os amantes das caminhadas, sempre junto à costa por enseadas recônditas, falésias escarpadas, colinas áridas, locais repletos de biodiversidade e montes brancos. Outro dos seus pontos fortes é o ecossistema marinho que lá habita, com extensos prados de algas posidónia que dão abrigo a uma grande variedade de peixes, moluscos, caranguejos, etc. Não é de estranhar que o mergulho seja uma das suas atividades e dos maiores prazeres.

Uma extensão de praias e enseadas

É em outubro, quando a baia mais bela do Parque se ilumina em todo o seu esplendor: a Praia de Genoveses. Trata-se de uma praia virgem, de dunas de areia fina e dourada. Situada na paisagem do Campillo del Genovés, um vale sem grandes construções e sem estradas alcatroadas que conserva a beleza no seu estado mais puro. Mas dizem os locais que a joia que a define é a enseada de Enmedio, uma pequena falésia escondida a um quilómetro e meio, em direção a sul, que encanta os visitantes com as suas rochas e areia branquíssimas, as quais destacam no outono as cores mais chamativas da paleta marinha.

Em nenhuma outra parte do Parque Natural fica melhor refletida a sua origem vulcânica, do que nas rochas que rodeiam a praia de Mônsul. Resultam de enormes rios de lava que chegaram até ao mar e que a água e o vento foram erodindo para formar esta praia e lapidar este diamante do Mar Mediterrâneo. A praia de Los Muertos é enorme com a água mais azul e cristalina da zona. Também é a praia com o maior desnível e com vento forte: se as ondas rompem com força, a praia fica curta e é difícil sair.

O Cabo de Gata também possui bonitas praias de tipo urbano: Agua Amarga, Las Negras, San José, San Miguel ou o Playazo de Rodalquilar são um bom exemplo disso. A extensa praia de Las Salinas fica, quase na sua totalidade, fora da área urbana e realmente é uma praia natural e selvagem que se perde na variedade da sua areia.      

Escreva um comentário

O seu comentário será analisado pelos nossos editores antes de ser publicado. O seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Este campo é obrigatório.